Ser Autor Home Favoritos Feed


sábado, 14 de fevereiro de 2009

"O Leitor", de Bernhard Schlink

O Leitor, de Bernhard Schlink"Michael Berg, um adolescente nos anos 60, é iniciado no amor por Hanna Schmitz, uma mulher madura, bela, sensual e autoritária. Ele tem 15 anos, ela 36. Os seus encontros decorrem como um ritual: primeiro banham-se, depois ele lê, ela escuta, e finalmente fazem amor. Este período de felicidade incerta tem um fim abrupto quando Hanna desaparece de repente da vida de Michael. Michael só a encontrará muitos anos mais tarde, envolvida num processo de acusação a ex-guardas dos campos de concentração nazis. Inicia-se então uma reflexão metódica e dolorosa sobre a legitimidade de uma geração, a braços com a vergonha, julgar a geração anterior, responsável por vários crimes.Perturbadora meditação sobre os destinos da Alemanha, O Leitor, é desde O Perfume, o romance alemão mais aplaudido nacional e internacionalmente. Já traduzido em 39 línguas, a obra está a ser adaptada ao cinema. Para além disso, este romance foi galardoado em 1997 com os prémios Grinzane Cavour, Hans Fallada e Laure Bataillon. Em 1999 venceu o Prémio de Literatura do Die Welt."

A Minha Opinião:
Uma história apaixonante sobre um adolescente que descobre o amor com uma mulher muito mais velha e enigmática que o vai influenciar em todo o seu percurso de vida.
Relata episódios dos campos de concentração e de como eram assassinados os judeus, que como o próprio autor diz, essas são imagens que se tornaram banais por tantos relatos que já se fizeram sobre elas, desde livos a filmes e até documentários. Mas este livro também nos mostra uma face do que se passava com aqueles que mandavam os judeus para a morte e nem sempre era uma tarefa agradável, como na maior parte das vezes tentam mostrar.
Não me vou alongar muito com detalhes para não estragar as surpresas a quem o vai ler (ou mesmo a quem vai ver o filme), só aconselho vivamente a que o leiam pois mostra-nos a importância das pequenas grandes coisas da vida...
Lemos com a mesma facilidade com que respiramos, não é? E nem nos damos conta disso :)
Uma história belissima!

10 comentários:

Isabel Maia disse...

Este blog foi distinguido com um prémio. Para mais detalhes, passem no meu.

Boas leituras :)

marcia disse...

Atribuí um prémio e este blog.

Maria Manuel disse...

Passei para avisar que tem um prémio no meu blog.

Boas leituras :)

Serjones disse...

vi o filme e achei excelente. vontade para ler o livro não me falta, pois, como roteirista, é um grande exercício.
claro que prefiro primeiro ler, depois assistir, mas nem sempre é possível.

Rita Mello disse...

Também vi o filme e achei-o excelente. É um daqueles filmes que convida mesmo a ler o livro a seguir.

Rita Mello disse...

Olá!

Tem um prémio à sua espera no blogue Chocolate para a Alma – Ler Não Engorda (http://chocolateparaalma.blogs.sapo.pt).
Parabéns!

Janna disse...

Olá, indiquei seu blog para o prêmio Dardos:

http://livrospuradiversao.blogspot.com/

Joana Pinto disse...

No meio desta crítica tão interessante e positica acabo por ficar apreensiva,pois percebo que tenho tanto que ler e tão pouco tempo para o fazer!...
Gostei muito da crítica de sinopse da história!

Pedro disse...

Um livro a ter em conta!!!

Rafa Cão disse...

Eu assisti o filme, que é de qualidade média na minha opinião.

Vamos ver se o livro supera.

Postar um comentário

Blog Widget by LinkWithin